Precisamos mesmo usar Sutiã?

Precisamos mesmo usar Sutiã?

               Essa é uma pergunta que tem se tornado cada vez mais polêmica. Muitas mulheres não suportam passar o dia com eles... outras não vivem sem. Mas qual é a real verdade sobre isso?

 

               A posição da mama é mantida por ligamentos formados de colágeno que ligam o músculo da região peitoral, atravessam a glândula mamária e se fixam à pele. Esses ligamentos são inelásticos e seu estiramento promove um alongamento irreversível. Além disso, a qualidade da pele e a proporção entre quantidade de glândula mamária e gordura são fatores adicionais que sustentam a mama. Um estudo francês liberado recentemente divulga que mulheres que não utilizam o sutiã tem uma elevação da posição do mamilo, porém, nesse estudo, somente mulheres jovens, com mamas pequenas e com alto índice de atividade física foram pesquisadas.

 

                É muito sabido que o envelhecimento, a oscilação do peso, a gravidez e a perda do colágeno promovem o enfraquecimento desses ligamentos que sustentam a mama e por fim, gerando flacidez e queda. Seria lógico também pensar que a tração gerada pela gravidade, intensificaria esse processo. E isso também ocorre com a pele que auxilia na sustentação do peso, podendo em muitas, ocorrer o surgimento de estrias. Sendo assim, acredito que afirmar que o uso do sutiã por mulheres com mamas maiores seria algo mandatório. Ou seja, retirar o peso sustentado pelos ligamentos e pela pele, evitaria o seu estiramento e retardaria a sua queda.

 

                É importante salientar que mulheres que possuem próteses de silicone, os ligamentos são todos rompidos para a colocação do implante. Assim, todo o peso da prótese é sustentado pela pele da mama, que é frágil e também tem pouca capacidade de sustentar peso.

 

               A minha orientação para todas as mulheres é que a força de sustentação do sutiã deve ser maior quanto mais pesada for a mama. O tempo de vida do soutien também é importante. Peças velhas, fracas e com perda da elasticidade são grandes culpadas nessa história toda. A sustentação deve ser mantida inclusive durante à noite, pois enquanto dormimos, o peso das mamas é tracionado de acordo com a nossa posição na cama.

 

                Concluindo, minha recomendação é que seja utilizado um sutiã forte e de sustentação durante o dia e um top confortável, porém forte, durante a noite para dormir. Somente mulheres de mamas pequenas podem se dar ao luxo de permanecer grande parte da vida sem essa peça de roupa.

 

                Fizemos uma entrevista sobre esse assunto que foi publicada no Site da Ana Maria Braga, veja lá. Se tiver mais dúvidas, venha conversar conosco. Estamos à disposição.